controvérsias

"A cada mil lágrimas sai um milagre”

Alice Ruiz

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Rãzinha Blues

A gente escuta, escuta e escuta e não cansa. Rãzinha Blues... tudo de bom.
video

Rãzinha Blues
Ceumar

Eu sou a rã
Sou a mais lisa, em mim ninguém pisa
Coragem me sobra
Eu sou a ranzinza, a amiga das cobras
Eu sou a star lá num brejo, num bar
Um lugar meio inquieto, onde a lei é o jazz
Proibido a insetos
Meio esfumaçado e pouca luz
Me chamam Rãzinha Blues

Eu sou a rã
Sou a rainha, todos vão na minha
Ninguém me esquece e a quem eu envolvo de amor enlouquece!
Mas amoleço se escuto um acorde
De um blues que eu conheço
Minha voz negra e nua, meu corpo flutua...
Vestido colado e ombros nus...
Me chamam Rãzinha Blues

Eu sou a rã
Sou indigesta, minha carne não presta
Na mesa, cuidado, sou prato fatal
Me comer é um risco.
Mas sou legal quando abre a cortina
Não sei fazer mal
Só o blues me domina, seduz, me alucina!
Quando o maestro me conduz
Me chamam Rãzinha Blues

Nenhum comentário:

Postar um comentário